Por que as pessoas compram por impulso? Psicólogo explica!

Seu dinheiroconsumo

Por que as pessoas compram por impulso? Psicólogo explica!

Veja quando o impulso para fazer compras pode ser um problema.

Mulher segura várias sacolas de compras. Foto: gonghuimin468/Pixabay.

Datas comerciais são sinônimos de aglomerações de pessoas prontas para batalhar pelas melhores ofertas - atualmente, tanto no mundo real quanto no virtual. Há cada vez mais novos produtos nas prateleiras e até mesmo promoções de serviços de diversas áreas. Mas o que faz muitas pessoas exagerarem nos gastos?

O professor de psicologia Pablo Ruisoto explicou, em entrevista para a BBC NEWS, os motivos para o consumo excessivo durante esses períodos de ofertas. Confira a seguir as principais causas das compras por impulso.

Consumo excessivo

Esse problema não é algo novo na nossa sociedade e muitos profissionais tentam entender esse tipo de comportamento. Em 1915, um psiquiatra chamado Emil Kraepelin deu um nome a esse comportamento: "mania por compras".

Já em 1924, Eugen Bleuler definiu o problema como um "impulso incontrolável por compras", ao lado da cleptomania — caracterizada pela incapacidade de resistir ao impulso de furtar objetos. Hoje em dia o transtorno é definido como transtorno obsessivo compulsivo ou aditivo.

O problema, sem dúvidas, é real. Mas existe uma diferença entre consumidores comuns e os que compram de forma patológica. Os limites não são claros, e há quem acredite que com a ajuda de tratamentos psicofarmacológicos será mais fácil "se curar". Isso contribui para o aumento do uso indiscriminado de medicamentos, embora não exista nenhum tipo de tratamento específico que seja eficaz para tratar esse transtorno.

Muitas pessoas encaram ir às compras como uma estratégia de enfrentamento para regular o humor. Porém as diferenças entre um consumidor comum e um consumidor excessivo podem ser mais quantitativas do que qualitativas.

Um problema social?

O transtorno consumista muitas vezes não é apenas um problema individual, mas um sintoma de problema social. Muitas marcas competem entre si para ver quem atrai mais consumidores.

De acordo com o economista Victor Lebow, o consumismo agora é um estilo de vida e existem algumas explicações para esse fenômeno, veja quais são:

  1. Facilidade da compra pela internet ou cartão de crédito: reduz o intervalo entre o impulso de comprar algo e a compra de fato.
  2. Os descontos e promoções: comprar se torna mais urgente.
  3. Redes sociais e meios de comunicação: pessoas se compararam umas às outras, resultando em uma ampliação de seus desejos.
  4. Publicidade: resulta em novas necessidades, portanto, novos desejos.
  5. Moda: reforça o desejo de comprar novos produtos.
  6. Hábitos de consumo: compras atreladas ao desejo de atingir um certo status, que leva as pessoas a consumir mais.

E você, consegue se controlar quando o assunto é comprar? Conte para a gente!

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://moneynownews.com.br/