Muitas mulheres planejam sair da área de tecnologia; veja o porquê

Seu dinheirocarreira

Muitas mulheres planejam sair da área de tecnologia; veja o porquê

Problemas como desigualdade de gênero influenciam decisão.

Foto: StartupStockPhotos/Pixabay.

38% das mulheres em um universo de mil que trabalham com tecnologia afirmaram que os homens são considerados mais capazes do que elas nesse tipo de trabalho. A mesma porcentagem afirmou que pretende deixar seus empregos nos próximos dois anos. Outras 46% ainda relatam que as empresas onde elas trabalham não promovem a igualdade de gênero.

A pesquisa foi feita pela New View Strategies, empresa de gestão de negócios, e seu objetivo era mostrar a desigualdade de gênero na área tecnológica. De acordo com ela, uma a cada três mulheres nesse ramo sofrem com preconceito de gênero no trabalho. Além disso, podemos perceber diferenças salariais entre homens e mulheres: 43% das entrevistadas relataram que existe essa diferença no ambiente de trabalho.

Mesmo que muitos estejam trabalhando remotamente, a desigualdade de gênero ainda existe. Mulheres afirmaram, pela plataforma empresarial Slack, que uma a cada dez delas já sofreu preconceito de gênero. 70% das mulheres afirmaram que preferem deixar as câmeras desligadas durante chamadas relacionadas ao trabalho. Além disso, 48% não sabem se existe alguma política contra assédio no trabalho remoto.

Muitas mulheres se sentem desconfortáveis com situações de desigualdade de gênero, e consideram não ter o apoio da empresa para essas situações. O motivo foi o responsável pelo qual uma em cada três mulheres já pensou em deixar o mercado de trabalho ou mudar de carreira.

Após a crise do coronavírus, muitos hábitos mudaram e o trabalho também acabou sendo afetado pela pandemia. Analisando o período de um ano e meio desde o início da crise, 52% das mulheres afirmaram que sua carga horária aumentou e outras 27% passaram a se sentir menos otimistas em relação ao trabalho.

As mulheres no ramo tecnológico ainda afirmaram que existem algumas coisas que impedem o avanço do setor: a falta de modelos femininos, além da orientação e treinamentos. Mais da metade das mulheres que participaram da pesquisa, 52%, relataram a falta de oportunidades para que o avanço aconteça.

Quando as mulheres foram questionadas sobre o motivo de terem escolhido o setor tecnológico, 46% delas disseram ter escolhido trabalhar com tecnologia devido ao salário e 33% para garantir o emprego.

Mesmo com as dificuldades do setor em relação à igualdade de gênero, ainda há esperança. 54% das mulheres entrevistadas acreditam que sua empresa deve fornecer treinamento específico para elas e acreditam que ter mais mulheres na equipe ajudaria na moral do trabalho em geral. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 23 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://moneynownews.com.br/

Cron Job Iniciado