O que é liquidez e qual a sua importância nos investimentos?

Mercadosfundamentos

O que é liquidez e qual a sua importância nos investimentos?

Entenda esse importante conceito econômico de maneira simples. 

Centenas de moedas. Foto: PixabayPexels.

De maneira resumida, liquidez é a eficiência ou facilidade com que um ativo ou título pode ser convertido em dinheiro real sem afetar seu preço de mercado. Assim, o ativo mais líquido de todos é o próprio dinheiro, porque pode ser convertido em outros ativos fácil e rapidamente.

Já ativos palpáveis, como imóveis, obras de arte e itens de colecionador são exemplos de pouca liquidez, porque para vendê-los é preciso encontrar a contraparte interessada a adquiri-los por um preço justo. Outros ativos financeiros oscilam entre maior e menor liquidez.

Existem duas medidas principais de liquidez: a liquidez do mercado e a liquidez contábil.

A primeira leva em conta a extensão de um mercado, como o mercado de ações de um país ou o mercado imobiliário de uma cidade. Já a liquidez contábil mede a facilidade com que um indivíduo ou empresa pode cumprir suas obrigações financeiras com os ativos líquidos disponíveis - sua capacidade de pagar dívidas no vencimento.

Liquidez no mercado de ações

O mercado de ações é caracterizado pela maior liquidez do mercado. Se uma bolsa tem um alto volume de negociação que não é dominado pela venda, o preço que um comprador oferece por ação (o preço de compra) e o preço que o vendedor está disposto a aceitar (o preço de venda) serão bastante próximos. Os investidores, então, não terão que abrir mão dos ganhos para uma venda rápida.

Quando o spread entre os preços de compra e venda aumenta, o mercado se torna menos líquido. Os mercados imobiliários são geralmente muito menos líquidos do que os mercados de ações, por exemplo.

A liquidez dos mercados para outros ativos, como derivativos, moedas ou commodities, geralmente depende de seu tamanho e de quantas bolsas negociam seus papéis.

Algumas ações são negociadas mais ativamente do que outras nas bolsas de valores, obtendo maior interesse de traders e investidores e, por consequência, maior liquidez. Essas ações costumam ser fáceis de identificar: têm alto volume de negociação diário — na casa dos milhões de ações ou mais.

Por que a liquidez é importante?

Porque em mercados líquidos é fácil vender ou converter ativos ou títulos em dinheiro. Já em mercados com pouca liquidez, você pode ficar com o ativo "encalhado". Pense em uma relíquia de família avaliada em milhares de reais. Se ninguém quiser este objeto, ele não terá mercado e, portanto, não terá liquidez. Significa, em última instância, dinheiro parado. Já ativos líquidos oferecem negociação fácil e rápida ao portador.

Você já entendia esse conceito? Ficou com alguma dúvida? Se sim, comente abaixo!

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 04 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://moneynownews.com.br/

Cron Job Iniciado