O que causa a inflação e quais suas consequências?

Economiamacroeconomia

O que causa a inflação e quais suas consequências?

Entenda como ocorre o fenômeno que impactou a economia global nos últimos anos. 

Uma nota de cem reais. Foto: Daniel Dan/Pexels.

A inflação assolou a economia mundial quase de forma generalizada entre 2022 e 2023. 2024 começa com perspectiva de que o ciclo de altas nos preços e juros esteja próximo do fim, mas ainda é preciso que os bancos centrais ao redor do globo se mantenham vigilantes.

A inflação é um fenômeno que pode ter diversas causas. Neste artigo, vamos elencar as principais e mais comuns situações que fazem os preços de uma economia dispararem. Para saber mais sobre inflação, leia este artigo.

Confira as principais causas da alta da inflação:

  • Demanda

Quando existe muita procura por um produto e pouca quantidade dele, o preço acaba subindo para que a oferta se equilibre com sua demanda. Podemos observar essa situação quando vemos diversos produtos muito procurados no mercado que tiveram seu preço amplificado devido à sua popularidade.

  • Custos de produção

O aumento e a pressão nos custos de produção é outro fator que causa inflação e acaba impactando no preço final dos produtos. O preço do custo da produção pode subir acompanhando o valor da matéria-prima ou até mesmo quando o preço da energia aumenta.

Essas situações acabam afetando o valor que o consumidor pagará pelo produto final, pois a empresa que o oferta será obrigada a aumentar o preço da venda de acordo com o dinheiro gasto em sua produção. Então, se o valor da energia ou da matéria prima aumenta, é preciso elevar o valor de venda para obter lucro.

  • Inércia inflacionária

Esse conceito está ligado ao processo de reajuste de preços que tem como base a inflação passada - o que acaba influenciando os preços atuais.

  • Expectativa de inflação

Já a expectativa de inflação, outra possível causa para o aumento generalizado dos preços, ocorre quando um determinado mercado aumenta seus preços esperando que ocorra inflação.

  • Aumento de emissão de moeda

O aumento de emissão de moeda determinado pelo governo faz com que o volume de dinheiro em circulação aumente sem que o país esteja enriquecendo ou passando por um processo de aumento de produção. Isso faz com que mais dinheiro circule no país do que a quantidade disponível de produtos e serviços. A consequência é mais inflação.

E quais são as consequências da inflação?

Uma das consequências da inflação é a perda do poder de compra da população ao longo do tempo, além da diminuição da rentabilidade real da economia. Quando se faz uma aplicação, uma parcela é descontada conforme a inflação, portanto, se a inflação está alta, os investidores terão que subtrair uma quantia maior dos seus ganhos.

No Brasil, com a poupança, não é diferente, pois seu rendimento está atrelado à Selic. Se essa taxa ficar abaixo da inflação, a rentabilidade da poupança será negativa.

A inflação também pode desestimular empreendedores a investirem no país, o que causa um cenário de incerteza econômica, alimentando o ciclo da inflação e agravando o problema. 

Entendeu como funciona a inflação? Ficou com alguma dúvida? Conte para a gente!

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://moneynownews.com.br/

Cron Job Iniciado