Nos EUA, Câmara aprova projeto do teto da dívida e envia texto ao Senado

Economiapolítica internacional

Nos EUA, Câmara aprova projeto do teto da dívida e envia texto ao Senado

O texto agora será submetido à avaliação do Senado norte-americano. 

O capitólio, nos EUA. Foto: Denis Hiza por Pixabay.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou, na noite desta quarta-feira (31), o projeto de lei que suspende o teto da dívida americana, por 314 votos a 117. O texto agora será submetido à avaliação do Senado, que precisa dar o aval à proposta antes de enviá-la à mesa do presidente Joe Biden.

Ao todo, 165 deputados democratas votaram a favor da pauta e 46 parlamentares governistas a rejeitaram. Do outro lado, 149 republicanos apoiaram a matéria e 71 foram desfavoráveis.

A aprovação representa um importante passo para evitar que o EUA sejam forçados a dar um inédito calote na dívida. O Departamento do Tesouro estima que, se o teto não for elevado ou suspenso antes de 5 de junho, poderá ficar sem recursos para honrar obrigações financeiras.

A matéria em tramitação é resultado de acordo entre Biden e o presidente da Câmara, o republicano Kevin McCarthy. O projeto prevê a suspensão do limite da dívida por dois anos em troca de travas aos gastos públicos, uma demanda da legenda oposicionistas. Nos últimos dias, a ala mais a direita do Partido Republicano expressou insatisfação com a proposta por considerar que houve pouca redução nas despesas.

Em comunicado, Biden comemorou a aprovação do texto, que representa um "compromisso bipartidário", na visão dele. "Exorto o Senado a aprová-lo o mais rápido possível para que eu possa sancioná-lo e nosso país possa continuar construindo a economia mais forte do mundo", defendeu.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://moneynownews.com.br/

Cron Job Iniciado